Ambulatório do IGG Miguel Pereira volta a funcionar em Vila Isabel

Na segunda etapa, unidade vai receber Saúde da Família e Academia Carioca

O atendimento ambulatorial do Instituto de Geriatria e Gerontologia Miguel Pedro (IGGMP) voltou a funcionar em seu antigo prédio nesta sexta-feira, dia 26 de setembro. Com isso, os cerca de 1.500 pacientes atendidos mensalmente na unidade já podem ser consultados em um dos cinco novos consultórios do ambulatório da Avenida 28 de Setembro, em Vila Isabel, que foi totalmente reformado. Esta é a primeira fase da reforma da unidade que contará ainda com Programa de Saúde da Família e uma Academia Carioca da Saúde.

Somente na manhã desta sexta-feira, cerca de 30 pacientes receberam atendimento. Trabalham no local oito médicos, uma enfermeira, duas auxiliares de enfermagem e dois administrativos, em atendimento geriátrico de clínica médica, cardiologia, endocrinologia, psiquiatria, nutrição, psicologia e enfermagem.

Por ser um prédio histórico, do século XIX, com áreas tombadas, a obra exigiu uma série de cuidados e intervenções específicas, que impossibilitaram o funcionamento da unidade naquele local durante a sua realização. Para a execução dos trabalhos de reforma, foi necessária a mudança dos pacientes para outro endereço. Por isso, a total transferência dos internos, de volta ao prédio de Vila Isabel, está prevista para o primeiro semestre do ano que vem.

O IGGMP foi transferido de endereço para instalações previamente reformadas e adaptadas a atender adequadamente aos idosos. Todo o serviço oferecido pela unidade, assim como pacientes e corpo técnico (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, entre outros), foram transferidos temporariamente para o terceiro andar do Hospital Municipal Barata Ribeiro, na Mangueira. Houve aumento de 21 leitos com a mudança, totalizando 60 leitos. O Barata Ribeiro permanece em funcionamento no primeiro e segundo andares do prédio da Mangueira, com atendimento aos seus próprios pacientes em ambulatório, nos seus 70 leitos e com seu próprio corpo técnico.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *