Biblioteca Digital Memória da CNEN: acesso livre na Internet

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) desenvolveu e disponibilizou na internet a “Biblioteca Digital Memória da CNEN”, que reúne a literatura produzida por seus servidores, tanto na área nuclear como fora dela, com foco na preservação do conhecimento institucional. A Biblioteca abrange todos os tipos de documentos produzidos desde a década de 50, como artigos de periódicos e conferências, teses e dissertações, relatórios e normas técnicas. O mecanismo de busca de conteúdo do site permite ao internauta encontrar textos de autores ou assuntos específicos.

O site começou a ser produzido há alguns anos e vem sendo continuamente ampliado e aprimorado. Inicialmente, foi disponibilizado apenas internamente para permitir ajustes necessários. Nesta semana, foi liberado para acesso público no endereço http://memoria.cnen.gov.br. Além das publicações dos servidores, há várias outras informações disponibilizadas. Entre elas, uma cronologia dos principais acontecimentos da energia nuclear, no Brasil e no mundo, o que permite situar a instituição, seu desenvolvimento e suas atividades no contexto histórico.

O site inclui ainda a legislação do setor nuclear. Leis, decretos, portarias, normas, outros atos legais e demais documentos podem ser pesquisados em sistema de busca próprio. A legislação está classificada por ano de publicação, número do ato legal, assunto, entre outros critérios.

Uma área destinada a informações organizacionais da CNEN traz o perfil da instituição e de suas principais unidades. Os presidentes, tanto o atual, como os que o antecederam, são apresentados com fotografia e breve currículo. Relatórios anuais com informações detalhadas das atividades desenvolvidas estão publicados, abrangendo desde a criação da CNEN, em 1956, até o ano de 2010. Também estão relacionados os diferentes órgãos do Governo Federal aos quais a CNEN já esteve subordinada e as composições de sua Comissão Deliberativa ao longo dos anos.

A Biblioteca, além de contribuir para a preservação do conhecimento institucional, tem também importância para a história da Ciência e Tecnologia do País, na medida em que documenta parte relevante do desenvolvimento da energia nuclear no Brasil.

FONTE: CNEN
Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *