Carinho de avô pelo novo membro da família e pela equipe que o trouxe ao mundo

José Escobar escreveu carta para agradecer ao Hospital Estadual da Mãe pela qualidade da assistência recebida pela nora durante a gestação e o parto do pequeno Ryan. Emoção de toda equipe

b_800_600_0_00_images_stories_ASCOM_hospDaMaeMesquitaInauguracao_hosp_da_mae_-_mesquita_-_inauguracao_16No último dia 17 de março, José Escobar decidiu enviar uma carta ao Hospital Estadual da Mãe, em Mesquita. Feliz e orgulhoso com a chegada do netinho Ryan, ele fez questão de agradecer em nome da família pelo atendimento recebido pela nora, Alessandra Santos, de 16 anos, que fez o pré-natal e o parto na unidade. Além do acompanhamento médico, ela fez consultas com multiprofissionais onde recebeu orientações sobre cuidados com o bebê. Ryan nasceu pesando 2,9 kg de parto normal. O bebê vem sendo amamentado desde a primeira hora de vida.

Em um trecho da carta, seu José afirma:

 “Gostaria de agradecer a todos de coração pelo atendimento dedicado a família, pois desde a primeira consulta ficamos muito bem impressionados não só com a estrutura do local, mas também com a relação humana dos funcionários com os pacientes”.

Assim com José Escobar, muitos familiares e pacientes elogiam a qualidade da assistência prestada pelo hospital, que é referência no atendimento de gestantes e bebês de baixo risco. No último mês de fevereiro, por exemplo, 778 pessoas responderam a pesquisa de satisfação. Destes, 99,5% classificaram o atendimento como sendo bom ou ótimo.

O Hospital da Mãe de Mesquita foi inaugurado em junho de 2012 e realizou até agora mais de 8.400 partos, com um dos menores índices de cesarianas dos hospitais da rede estadual, inferior a 23% dos procedimentos. Na unidade, as mães passam por consultas com obstetras, realizam exames de imagem e laboratório, recebem orientação multidisciplinar de cuidados com o bebê, além do incentivo à amamentação. Alguns dos serviços oferecidos às pacientes são pioneiros no país como o uso de óxido nitroso para analgesia de parto. Muito usada na Inglaterra, a técnica anestésica traz grande conforto às mulheres durante o trabalho de parto.

Outro diferencial é o Espaço Mãe, local em que elas são orientadas a fazer exercícios de respiração e fisioterapia, além de receber massagens, que preparam o corpo da mulher para o parto e diminuem a dor.

– A qualidade de atendimento que oferecemos no Hospital da Mãe é resultado do trabalho de uma equipe com excelência técnica e focada na assistência humanizada. Semanalmente fazemos reuniões com funcionários de todas as áreas da unidade para ajustarmos os procedimentos e oferecermos a melhor assistência – afirma o diretor do hospital, Sergio Teixeira.

Ryan já está em casa com a mãe, em São João de Meriti. Além de ter nascido forte e saudável, ele é “a cara do vovô”, segundo a família.

Gestão – Desde abril de 2012, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) vem reorientando o modelo de gestão e atenção à saúde no Estado do Rio de Janeiro no intuito de melhorar a prestação dos serviços e a satisfação do usuário. A implementação dessa nova forma de administração tem como objetivos reduzir custo, melhorar a gestão e garantir um atendimento de qualidade à população. O Hospital Estadual da Mãe de Mesquita é gerenciado pela Organização Social de Saúde Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus (OSS HMTJ) desde a sua inauguração, fornecendo todos os recursos humanos e materiais necessários ao adequado funcionamento do hospital, dentro dos parâmetros e diretrizes estabelecidos pela Secretaria.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *