Espaço

Nasa lançará telescópio de raios X com precisão inédita. O NuSTAR vai gerar imagens com resolução dez vezes maior do que as atualmente obtidas nesta faixa do espectro eletromagnético

A Nasa, agência espacial americana, vai lançar amanhã o telescópio NuSTAR de raios X, capaz de examinar o universo e os buracos negros com uma resolução inédita.

O NuSTAR será o primeiro telescópio espacial capaz de criar imagens do cosmo a partir de raios X de alta energia, do mesmo tipo que os utilizados para gerar imagens do esqueleto humano ou para escanear bagagens nos aeroportos. O telescópio vai captar a alta energia dos raios X através da poeira e do gás que obstruem a observação das galáxias, os buracos negros e as estrelas de nêutrons situadas no coração da Via Láctea.

O novo telescópio vai gerar imagens com uma resolução dez vezes maior do que a obtida com os atuais telescópios de raio X  e será cem vezes mais sensível do que seus antecessores que funcionam na mesma parte do espectro eletromagnético.

De acordo com Paul Hertz, diretor da divisão astrofísica da Nasa, o NuSTAR (Nuclear Spectorscopic Telescope Array – ou Matriz de Telescópios Eletroscópicos Nucleares) vai ajudar a compreender como o universo evoluiu desde o Big Bang, a explosão original.

“Veremos os objetos celestes maiores, mais densos e mais carregados de energia de forma fundamentalmente nova”, disse Fiona Harrison, cientista-chefe da missão.

O objetivo da missão é trabalhar em sintonia com outros telescópios espaciais, como o Chandra — outro observatório de raios X da Nasa, que estuda os raios de baixa energia —, ou o XMM-Newton, da Agência Espacial Europeia.

FONTE: CONTER
Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *