Estado do RJ tem 45 notificações de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave causados por diferentes tipos de vírus da gripe, neste ano

Campanha Nacional de Vacinação se encerra amanhã em todo o país: no RJ, cobertura vacinal está em torno de 74%

Nesta sexta-feira, 9/6, Dia Nacional da Imunização, a Campanha de Vacinação contra a Gripe se encerra em todo o país: no estado do Rio, até o dia 5/6, apenas sete dos 92 municípios haviam atingido a meta de imunizar 90% do público-alvo prioritário. Outras 60 cidades apresentam cobertura entre 50 e 89% e vinte e cinco municípios ainda se encontram com cobertura vacinal inferior a 50%.

A vacina contra a gripe é segura e é a forma mais eficiente de se proteger contra a doença, que, apesar de ser considerada simples, pode evoluir para complicações mais graves, principalmente entre os grupos prioritários. Desde o início do ano, até esta quarta-feira, 7/6, 45 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) foram notificados, sendo 10 deles causados pelo vírus Influenza B e outros três, pelo vírus H1N1. Ao todo, já são oito óbitos no estado, por SRAG, sendo três por Influenza B e dois por H1N1.

– Vacinar significa prevenir, é essencial que as pessoas tenham essa consciência. Apesar de ser uma doença considerada simples, a gripe pode evoluir para casos mais graves, principalmente entre o público-alvo prioritário. Amanhã é o último dia de campanha e nossa expectativa é de que as pessoas busquem os postos, lembrando que o Ministério da Saúde ampliou a vacinação para toda a população – destaca o secretário estadual de Saúde, Luiz Antonio Teixeira Jr.

No ano passado, diante do crescente número de casos de H1N1 registrados em São Paulo, a campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada, como medida preventiva, no estado do Rio. A meta de imunização foi alcançada antes do fim da campanha. Já em 2017, o estado do Rio o percentual de imunização está em torno dos 74%.

– O percentual de imunizados entre as crianças com idades entre seis meses e menores de cinco anos ainda nos preocupa, tendo em vista que este grupo é bastante suscetível às complicações que a gripe pode causar. Até o início da semana, cerca de 400 mil crianças tinham sido vacinadas, um percentual inferior à metade do público alvo previsto para este grupo – destaca o subsecretário de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe.

Entre os grupos prioritários, foram imunizadas 409.686 crianças (43,4%), 88.497 mulheres grávidas (50,2%) e 1.555.126 idosos (73,7%): são os menores percentuais entre os grupos prioritários.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *