Hospital da Mulher festeja dois anos de funcionamento no Dia da Mulher

Cuidados com a beleza e também com a autoestima. Será assim, em meio a tratamentos para os cabelos, maquiagem e outros mimos que o Hospital da Mulher Heloneida Studart (HMHS), em São João de Meriti, vai comemorar o Dia Internacional da Mulher, na quinta-feira (08/03). A data é ainda mais especial para a unidade, que completa dois anos de funcionamento neste mesmo dia.

Para a festa dupla, uma série de atividades está sendo programada. Quem chegar para a palestra do Grupo Planejamento Familiar vai encontrar um cenário cheio de glamour, com um camarim com artigos para montagem de uma ‘foto maluca’. As participantes do grupo desfilarão por um tapete vermelho até a entrada do auditório, onde farão a foto e, após a palestra, receberão uma mensagem da equipe do Grupo. 
As mães hospedadas na Casa da Mãe também terão sua beleza valorizada. Durante todo o dia, cabeleireiras e uma designer de sobrancelhas estarão à disposição das mamães. As mulheres que já estiverem de alta também poderão aproveitar os mimos das cabeleireiras e maquiadoras. Além dos tratamentos de beleza, todas as mulheres receberão mensagem comemorativa pela data. Atualmente, há oito mulheres hospedadas na Casa da Mãe, 60 internadas em estado não crítico e oito em cuidados críticos.
Funcionários e colaboradores do Hospital da Mulher também terão uma rotina especial, com cardápio especial no almoço e no jantar, além de poder participar de oficinas de maquiagem com profissionais da Avon. À tarde, haverá confraternização de toda a equipe.
– Essas atividades levantam a autoestima das gestantes que buscam atendimento e valorizam o profissional que trabalha na unidade. Ele se sente orgulhoso de fazer parte da equipe – afirma a diretora do HMHS, Cláudia Luz.
Dois anos de sucesso – Em dois anos de funcionamento, o Hospital da Mulher contabiliza cerca de 5.600 nascimentos. A unidade é a primeira da rede estadual de saúde totalmente especializada no atendimento a gestantes de alto risco. Desde a sua inauguração, vem colocando em prática a cultura do parto humanizado – série de ações que visam atender as necessidades da gestante, incluindo desde a presença de um acompanhante de sua confiança durante o parto até aspectos fisiológicos, psicossociais e sociais.
Entre as ações de humanização está a Casa da Mãe, local onde a puérpera fica hospedada caso seu bebê precise permanecer internado para cuidados na UTI ou UI. O espaço recebe mulheres que moram longe da unidade – mínimo de 50 km de distância – ou em lugares de difícil acesso e permite que essas mães fiquem próximas aos filhos que permanecem internados, garantindo, com isso, o contato e o aleitamento tão importantes na recuperação dos recém-nascidos.
Selo de qualidade – Com pouco mais de um ano de funcionamento, a unidade recebeu a Certificação Internacional 3M, categoria Diamante, do Programa de Certificação em Esterilização Hospitalar da instituição. A unidade foi a primeira do estado do Rio de Janeiro a receber tal certificação e a segunda em todo o Brasil. Durante um ano, técnicos da 3M visitaram o hospital a fim de inspecionar as rotinas aplicadas e criar um protocolo de normas e rotinas em conjunto com o setor.
– Uma palavra que resume esses dois anos do Hospital da Mulher é dignidade. As mulheres que nos procuram recebem um bom atendimento, desde o acolhimento, passando pelo espaço físico. A mãe sai com um kit para o novo bebê, é um suporte para o início de uma vida que está começando – avalia Cláudia, lembrando que em agosto foi inaugurado cartório dentro da unidade, agilizando o processo de registro dos recém-nascidos.
A previsão é que ainda este ano o Hospital ganhe um banco de leite humano e serviço de neoplasia trofoblástica. 

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *