Hospital Municipal Nossa Senhora do Loreto ganha Brinquedoteca

Espaço servirá para melhorar a receptividade das crianças a exames e tratamento

Brinquedoteca2A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inaugurou na manhã desta quarta-feira, dia 10, a Brinquedoteca Felipe Cordeiro Guerra Nigri, no Hospital Municipal Nossa Senhora do Loreto, na Ilha do Governador. O espaço, com 100 metros quadrados, foi criado para oferecer lazer às crianças atendidas naquela unidade e melhorar a receptividade a exames e tratamentos. Dados comprovam que, desta forma, há redução da ansiedade provocada com a internação e melhora na relação entre paciente e equipe de saúde.

O Hospital Loreto é referência no Estado para cirurgia e tratamento integral de pacientes com lábio leporino e fenda palatina. A cada mês, em média, 18 novos pacientes são inscritos no Centro de Fissura Labiopalatal da unidade (CEFIL-HMNSLoreto). Boa parte deles tem a primeira consulta no local antes mesmo de receber alta da maternidade. O hospital oferece, também, atendimento nas especialidades de clínica cirúrgica pediátrica e otorrinolaringologia para pacientes com idade até 17 anos, entre outros serviços ambulatoriais especializados. Somente em 2013, foram operadas 1.348 crianças e adolescentes no Hospital Loreto.

A cerimônia de inauguração contou com as presenças do secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, e da presidente da ONG RIOInclui, a primeira-dama da Cidade, Cristine Paes. Soranz afirmou que o Loreto é um hospital muito importante para a história da SMS e que, nos últimos anos, aumentou muito a produção e vem crescendo cada vez mais. “A brinquedoteca é um espaço todo especial, que vai fazer uma diferença muito grande. Vai ser um atrativo para as crianças que, certamente, vai melhorar também a nossa possibilidade de cuidar melhor”, disse o secretário. Em média, a unidade atende cerca de 1.500 pacientes para cirurgias por ano. Diariamente são realizadas cerca de 200 consultas.

Dentro da brinquedoteca, as crianças terão uma minicidade, com oficina mecânica, bistrô e mercadinho, além de camarim de teatro, piscina de bolas, jogos, computadores e biblioteca. O espaço é resultado da parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e diversas instituições, como as ONGs RIOinclui e Saúde Criança Ilha, além de diversas empresas e amigos do menino Felipe Nigri. Os recursos para a construção foram conseguidos com doações feitas por pessoas físicas e jurídicas.

Felipe Nigri é filho de uma colaboradora da brinquedoteca. O menino de 11 anos lutava contra um tumor no cérebro e faleceu durante a obra de construção do local. A história foi lembrada por todos durante a cerimônia de inauguração do espaço, que recebeu o nome dele. Cristine Paes falou com emoção sobre a escolha do nome da brinquedoteca: “É uma homenagem a Felipe. Usando o nome dele, representamos todas as mães, irmãos e familiares que lutam por seus filhos”.

Alheio aos discursos, o pequeno Lucas de Oliveira Teixeira, de 8 anos, brincava com o irmão, Kawa, de 5, no mercadinho da brinquedoteca. A mãe, Patrícia de Oliveira, explicou que o menino tem lábio leporino e faz tratamento no Hospital Loreto desde que nasceu. “A primeira coisa que ele vai fazer quando chegar aqui é vir para a brinquedoteca. Isso vai ajudá-lo a se distrair da rotina hospitalar. É um espaço muito importante para as crianças que se tratam aqui”, comemorou.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *