IECAC cria Conselho Consultivo Científico com notáveis da unidade

IECAC-ConselhoConsultivoCientifico_2O Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (IECAC) acaba de criar o Conselho Consultivo Científico. A ideia é que especialistas que trabalham ou trabalharam na unidade da Secretaria de Estado de Saúde prestem auxílio nas relações institucionais ligadas à área de ensino e pesquisa e desenvolver projetos destinados à unidade. O anúncio foi feito pelo diretor-geral do IECAC, Rossi Murilo da Silva, durante homenagem prestada a funcionários que prestaram relevantes serviços nos últimos anos, nesta quarta-feira (28).

De acordo com a diretora executiva da Fundação Saúde, Clarisse Lobo, os conselheiros serão fundamentais para dar continuidade ao processo de certificação da unidade como hospital de ensino.  Ela destacou a relevância da contribuição de cada um, que trocaram experiências e ensinamentos, possibilitando que as sementes ali plantadas rendessem frutos com a chegada da nova geração que se formou na unidade.

“Os grandes líderes formam seus substitutos”, afirma Clarisse.

O diretor-técnico da Fundação Saúde, Luiz Amorim, ressaltou que o IECAC é o primeiro hospital do Rio de Janeiro a ter um Conselho Consultivo em que reúne expoentes da medicina. “Para a Fundação Saúde, ter o IECAC sob sua gestão, é motivo de orgulho, pois é uma unidade de ponta no estado no tratamento de doenças cardiovasculares. Estamos empenhados em trabalhar em conjunto para aprimorar o funcionamento da unidade”, afirmou Amorim.

Dentro dos critérios estabelecidos, o conselheiro deverá estar aposentado, ter obtido alto grau de projeção no exercício da atividade profissional e prestado, no mínimo, 10 anos de serviço no IECAC. Na ocasião, os médicos Affonso Giffenig de Mattos, Antônio de Pádua Jazbik e Igor Borges de Abrantes Júnior  foram nomeados membros do Conselho Consultivo Científico do IECAC.

Como parte das homenagens prestadas, o IECAC deu ao Centro de Estudos e Aperfeiçoamento o nome Dr. Igor Borges de Abrantes Júnior, e, ao Centro Cirúrgico, Professor Jazbik, que foi responsável pelo primeiro transplante realizado na unidade.

Os conselheiros ainda receberam placas com menção de agradecimento e crachás personalizados que garantem o livre acesso às dependências do hospital. Também foram homenageados os médicos João de Deus Britto e José Geraldo Amino, e a funcionária Maria da Glória Santana, que presta serviços há mais de 30 anos no gabinete da direção-geral.

Representando os homenageados, o médico Igor Borges agradeceu a Direção Geral do IECAC e desejou que o instituto possa seguir em frente em busca de uma posição de destaque, com o apoio da Secretaria Estadual de Saúde, da Fundação Saúde, e daqueles que fizeram e fazem parte para o crescimento do hospital. “Nós continuaremos nesta excelente marcha pela importância do nosso instituto”, finalizou.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *