MS divulga selecionados aos cursos de especialização

Profissionais vão receber bolsa de R$ 2.384,82 para atuarem em unidades básicas de municípios com carência de profissionais
O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (11) a relação de profissionais selecionados como bolsistas no curso de especialização oferecido pelo Programa de Valorização dos Profissionais na Atenção Básica (Provab). A Portaria Nº 7, publicada nesta segunda-feira (11), Diário Oficial da União, traz a lista dos 1.614 profissionais de saúde que receberão bolsa para participar do curso e dos 480 municípios onde vão atuar. O Provab foi criado paraincentivar médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas a atuarem na Atenção Básica de municípios onde existe falta desses profissionais, geralmente em áreas de extrema pobreza e em periferias de regiões metropolitanas.

O profissional participante do Provab, que ainda não tenha sido contratado pelas secretarias de saúde, terá direito a bolsa mensal, custeada integralmente pelo Ministério da Saúde, no valor de R$ 2.384,82. O trabalhador-estudante deverá cumprir, semanalmente, 32 horas de atividades práticas nas unidades básicas de saúde e na gestão da atenção básica do município, além de oito horas em atividades acadêmicas. Os participantes serão supervisionados por instituições de ensino superior, hospitais de ensino e programas de residência. Para ter direito à bolsa, o profissional não pode ter vínculo empregatício com a Atenção Básica.

O curso de especialização será ministrado à distância e terá duração de um ano, de 19 de junho deste ano a 30 de junho de 2013. As atividades em serviço terão início em 20 de junho e, as atividades acadêmicas, em 1º de julho. A aula inaugural do curso está marcada para o dia 19 deste mês e será ministrada, via videoconferência, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.  “Além de contribuir para a oferta de um melhor atendimento nas regiões mais carentes, a especialização vai ajudar a formar profissionais familiarizados com as demandas do Sistema Único de Saúde (SUS)”, avalia o ministro. Segundo ele, a especialização permitirá a integração entre ensino e serviço.

O programa prevê supervisão presencial e à distância, curso de especialização em Atenção Básica e pontuação adicional de 10% em provas de acesso à residência médica. O Provab promove a integração ensino–serviço–comunidade, além de trabalhar no sentido de tornar o SUS mais universalizado. “É mais um dos programas do Ministério da Saúde que visa reduzir as desigualdades regionais existentes em nosso país, especialmente no que diz respeito ao acesso à saúde”, ressaltou o secretário de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde, Mozart Salles. Ele explica que o programa oferece aos profissionais participantes a oportunidade de conhecer diferentes realidades e de exercer a profissão onde a população mais necessita, fortalecendo a dimensão da relevância social de sua atuação.
O cronograma completo das atividades do Provab e outras informações podem ser encontradas no site do programa.

FONTE: Ministério da Saúde

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *