Paracambi recebe Unidade Móvel de Tomografia Computadorizada

Moradores de cinco municípios também serão beneficiados pelo serviço do Governo do Estado. A previsão é receber 450 pacientes e realizar 500 exames

b_800_600_0_00_images_stories_ASCOM_tomografo_tomografo_movel_02A Unidade Móvel de Tomografia Computadorizada chegou esta semana ao município de Paracambi, Região Metropolitana do Rio. Os moradores de Seropédica, Queimados, Japeri, Mendes e Engenheiro Paulo de Fontin também serão beneficiados. O equipamento móvel ficará até 7 de dezembro na Praça Cara Nova – Centro. A previsão é receber 450 pacientes e realizar 500 exames.

O atendimento será feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h30, e, aos sábados, das 8h às 15h. O tomógrafo móvel tem capacidade para realizar 70 exames por dia. A estrutura conta com dois aparelhos de ar condicionado, elevador para macas e cadeira de rodas e ainda dispõe de vestiário para o paciente.

Pioneirismo – O serviço de Tomógrafo Móvel foi criado em 2009, sendo o primeiro de diagnóstico por imagem do país a percorrer os municípios levando possibilidade de tratamento aos usuários do SUS, Em março de 2011, a SES passou a contar com a segunda unidade itinerante. Os dois equipamentos já atenderam 62.419 pacientes e realizaram 82.073exames. O outro equipamento fica em São João da Barra até o dia 30 deste mês.

Agendamento – Os agendamentos dos serviços de tomografia são feitos pelas secretarias municipais de Saúde, que recebem o pedido médico do paciente, encaminham a planilha com as demandas para o serviço da SES e informam os pacientes sobre a data, hora e local do procedimento. O paciente que possui aparelho de celular, recebe essas informações via torpedo telefônico até 48 horas antes do dia marcado. Após um período de 10 a 15 dias úteis, os laudos são entregues ao município de origem dos pacientes.

Rapidez – O tomógrafo móvel foi criado para atender aos moradores de cidades em que não há esse tipo de exame na rede pública ou onde o serviço existente não é capaz de suprir a demanda. Instalado numa carreta especial, fabricada e montada por uma empresa norte-americana, o equipamento é capaz de realizar um exame de corpo inteiro em 30 segundos, enquanto os aparelhos convencionais levam entre 20 e 40 minutos. O serviço funciona com gerador externo ou eletricidade externa, mas possui um gerador próprio, com capacidade para operar de oito a nove horas por dia.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

 

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *