Prefeitura inaugura Clínica da Família no Jabour

Obras de outras duas unidades foram iniciadas em Santíssimo e Paciência

untitledA Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inaugurou neste domingo, 29 de novembro, a Clínica da Família Sandra Regina Sampaio de Souza, na Avenida Santa Cruz, s/n, próximo ao Ciep Antônio Evaristo de Moraes, no Jabour. A nova unidade beneficiará 24 mil moradores da área, com investimento de R$ 4,8 milhões. Também neste domingo foram iniciadas as construções de mais duas clínicas da família na Zona Oeste, nos bairros de Santíssimo e Paciência. As unidades ficarão na Estrada da Posse, próximo ao Ciep Olympio Marques dos Santos, e na Praça Santa Albertina, respectivamente. As obras ficarão a cargo da RioUrbe.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, acredita que as novas unidades são uma conquista para regiões que, por muito tempo, não contaram com serviços adequados de saúde. “A inauguração de hoje é um passo marcante para essa região da cidade que ficou muito tempo sem atendimento e estrutura. Essa unidade vai cuidar da saúde dos moradores da área com muita qualidade e melhores condições de trabalho para os profissionais. Acreditar na SMS é acreditar em todas as pessoas que trabalham para atender à população”, afirmou durante as cerimônias.

A Clínica da Família Sandra Regina Sampaio de Souza conta com oito equipes de saúde da família e três equipes de saúde bucal para atender as comunidades Jabour, Conjunto de Santa Cruz e Coréia. Com ela, a SMS passa a ter 28 unidades na região da Coordenação de Área Programática (CAP) 5.1, que abrange os bairros Bangu, Campo dos Afonsos, Deodoro, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos, Padre Miguel, Realengo, Senador Camará, Jabour e Vila Militar. A região tem 61% de cobertura de saúde da família.

A auxiliar de enfermagem Sandra Regina Sampaio de Souza, que nomeia a unidade, era casada e mãe de três filhos. Atuou na área hospitalar, mas era apaixonada pela Atenção Primária. Na AP 5.1, atuou na Estratégia Saúde da Família e, em 2010, passou a fazer parte da equipe de gestão da CAP, aumentando o acesso dos usuários e servidores às práticas integrativas como auriculoterapia, shantala, reflexologia e pa tuan chin. Sandra faleceu em novembro de 2012, com diagnóstico de câncer no estômago, deixando um legado de profissionalismo, competência e dedicação.

Novas unidades para a Zona Oeste

A nova clínica da família de Santíssimo terá seis equipes de saúde da família e duas de saúde bucal, beneficiando 18 mil moradores. A Área de Planejamento (AP) 5.2, que abrange bairros de Barra de Guaratiba, Campo Grande, Cosmos, Guaratiba, Inhoíba, Santíssimo, Senador Vasconcelos e Pedra de Guaratiba, conta hoje com 33 unidades municipais de saúde e 62% de cobertura. Já a clínica de Paciência contará com sete equipes de saúde da família e duas de saúde bucal, beneficiando 21 mil pessoas. A AP 5.3, formada pelos bairros de Santa Cruz, Sepetiba e Paciência, conta hoje com 33 unidades municipais de saúde e 98% de cobertura, a maior da cidade.

As clínicas da família, além de consultórios, contam com salas de ultrassonografia, raio-x, observação clínica, procedimentos, curativos, coleta, reunião, saúde bucal, auditório, farmácia, almoxarifado e academia carioca. Nas unidades os pacientes terão atendimento clínico, tratamento para diabetes, hipertensão, pré-natal, exames laboratoriais, cuidados com a saúde da criança e vacinação, entre outros. Também poderão retirar gratuitamente medicamentos e insumos de uma grade de 208 itens da Atenção Primária.

As clínicas da família fazem parte de um projeto pioneiro e inovador que permitiu a revolução histórica no setor de saúde da cidade. O Rio já conta com 77 clínicas da família inauguradas desde 2009. A meta da Prefeitura é alcançar, até o fim de 2016, uma cobertura de 70% da população pela Estratégia de Saúde da Família. Em 2008, o Rio era a capital brasileira com pior cobertura de saúde, com apenas 3,5% dos cariocas atendidos pela estratégia. Atualmente, já são 48,1% de cobertura da população, o que representa mais de 3 milhões de pessoas beneficiadas.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *