Prefeitura inaugura mais duas Clínicas da Família na Zona Norte

As novas unidades beneficiam moradores de Campo Grande e Santa Cruz

untitledA Secretaria Municipal de Saúde inaugurou nesta quinta-feira, 21, mais duas clínicas da família na Zona Oeste da cidade, uma em Campo Grande e outra em Santa Cruz. No início da semana, a Prefeitura do Rio entregou outras duas novas unidades na Maré e no Rio Comprido e, no sábado, será a vez de Barros Filho. Cada uma representou investimento de R$ 5,2 milhões. As cinco juntas beneficiarão 102 mil pessoas, superando a marca de 50% de cariocas cobertos pela Estratégia de Saúde da Família. A meta da Prefeitura é alcançar, até o fim de 2016, cobertura de 70% da população.

“Estou realizado por entregar mais duas clínicas da família para a população da Zona Oeste. As novas unidades dividirão o atendimento básico com os centros municipais de saúde que já existiam nas duas regiões e estavam sobrecarregados. Aqui as pessoas terão acesso a consultas e exames, além de terem sua própria equipe de saúde da família”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz.

A Clínica da Família Isabela Severo da Silva fica na Rua Votorantim, 664, em Campo Grande. Com seis equipes de saúde da família e duas de saúde bucal, a nova unidade beneficia 18 mil moradores da área, atendendo as comunidades Águia Branca, Votorantim, Liberdade, Restinga, Nossa Senhora Aparecida, Sulista. O nome da clínica é uma homenagem a Isabela Severo da Silva, que faleceu aos 3 anos em um acidente com a adutora da CEDAE na Estrada do Mendanha, no dia 30 de julho de 2013, em que cerca de 200 casas foram atingidas. A Área de Planejamento 5.2, que compreende os bairros de Barra de Guaratiba, Campo Grande, Cosmos, Guaratiba, Inhoaíba, Santíssimo, Senador Vasconcelos e Pedra de Guaratiba, passa a ter 65,47% de cobertura de saúde da família.

A Clínica da Família Alice de Jesus Rêgo, na Avenida dos Palmares, 4625, em Santa Cruz, beneficia 18 mil moradores da área, com seis equipes de saúde da família e duas de saúde bucal. A nova clínica conta com as equipes: Mercadante, Novo Condomínio, Baixadinha, Condomínio Aterrado do Leme, Jesuítas. O nome da unidade homenageia Dona Alice, que morou na comunidade por 78 anos. Ela trabalhou na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro dos Jesuítas, onde se destacava nas obras de caridade, festas e no amparo às crianças. Dona Alice ainda prestava assistência à saúde da comunidade, atuando como parteira e aplicando injeções. A Área de Planejamento 5.3, que engloba os bairros de Compreende Paciência, Santa Cruz e Sepetiba, tem 98% de cobertura de saúde.

As clínicas da família fazem parte de um projeto pioneiro e inovador que permitiu a revolução histórica no setor de saúde da cidade. Em 2008, o Rio era a capital brasileira com pior cobertura de saúde, com apenas 3,5% dos cariocas atendidos pela estratégia. Com as cinco inauguradas esta semana, a cidade passará a contar com 85 clínicas da família. Nas unidades, os pacientes terão atendimento clínico, tratamento para diabetes e hipertensão, pré-natal, vacinação, exames laboratoriais, ultrassonografia e raio-x, além de cuidados com a saúde da criança e saúde bucal. Também poderão retirar gratuitamente medicamentos e insumos de uma grade de 208 itens da Atenção Primária. As unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e sábado, das 8h às 12h.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *