Prefeitura vacina mais de 18 mil jovens no Dia de Mobilização da Vacinação do Adolescente

Dia D realizou a verificação e atualização da caderneta do adolescente na cidade do Rio 

Neste sábado, 1º de julho, mais de 18.809 adolescentes e pré-adolescentes foram vacinados na cidade do Rio de Janeiro. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disponibilizou mais de 200 unidades de Atenção Primária (Clínicas da Família e Centros Municipais de Saúde) para verificação e atualização dos esquemas vacinais dos adolescentes. A mobilização, que vai até o dia 21 de julho, tem o objetivo de proteger o adolescente e o pré-adolescente precocemente das doenças prevenidas pelas vacinas da febre amarela, meningite C, HPV, tétano, difteria, hepatite B, sarampo, caxumba e rubéola.

No Centro Municipal de Saúde Manoel José Ferreira, no Catete, os adolescentes e os pré-adolescentes se divertiram com o grupo de palhaços da unidade que promoveu recreações e atividades lúdicas para os jovens que foram à unidade para se vacinar. Ana Lúcia da Motta Cordeiro, moradora do Flamengo, 45 anos, nutricionista, levou o seu filho, João Pedro da Motta Cordeiro Ribeiro, de 11 anos, para se vacinar na unidade e destacou a importância da campanha de vacinação do adolescente para prevenção de doenças possam estar sujeitos até a vida adulta.

“Nesta semana, estava conversando com o meu marido e pesquisando sobre a vacinação contra HPV para os meninos. Procurei pela rede privada, mas quando fui informada sobre a mobilização da Secretaria Municipal de Saúde achei excelente e aproveitei para trazê-lo na unidade para imunizá-lo e protegê-lo. A vacinação para o adolescente significa prevenção e promoção da saúde para cuidar das pessoas”, afirmou a nutricionista.

Na cidade do Rio, desde o início da mobilização, já foram aplicadas 29.955 doses das seis vacinas disponíveis para os adolescentes, sendo: 10.880 da HPV; 13.759 da febre amarela; 3.980 da Meningo C; 914 da Dupla Adulto; 245 da Tríplice Viral e 177 da hepatite B.

É importante levar à unidade de saúde a caderneta de vacinação ou comprovantes das vacinas já tomadas, para que o profissional da sala de imunização possa avaliar quais vacinas estão com o esquema incompleto, para a atualização. Caso o adolescente esteja com mais de duas vacinas em aberto, serão aplicadas aquelas de maior prioridade para cada caso e agendado o retorno para administração das demais.

As vacinas fazem parte da rotina de imunização e estão disponíveis nas unidades de Atenção Primária (clínicas da família e centros municipais de saúde), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para saber a unidade mais próxima de sua casa ou escola basta verificar pela internet, no serviço “Onde ser atendido” (https://smsrio.org/subpav/ondeseratendido/), ou pela Central de Atendimento da Prefeitura, no telefone 1746.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *