Rede de Saúde do município estimula o aleitamento materno

Vinte e cinco unidades de Atenção Primária detêm título de Amiga da Amamentação

De 1° a 7 de agosto é comemorada a Semana Mundial de Aleitamento Materno, com objetivo de promover e divulgar os benefícios da amamentação para a saúde e o bem estar de mães e seus bebês. No município do Rio de Janeiro, 25 unidades de Atenção Primária detêm o título de Unidade Básica Amiga da Amamentação (IUBAAM), conferido em reconhecimento das ações desenvolvidas em prol da promoção, da proteção e do apoio ao aleitamento materno.

Os centros municipais de saúde (CMS) e clínicas da família (CF) do município do Rio de Janeiro que detêm o título IUBAMM são:

– Na AP 2.1 (Zona Sul) – CMS Vila Canoas, CMS Rodolpho Perissé e CF Santa Marta;

– Na AP 3.1 (Penha, Bonsucesso, Ilha e arredores) – CMS Madre Tereza de Calcutá e CF Aloysio Augusto Novis;

– Na AP 3.2 (Grande Méier) – CMS Dr. Eduardo Araújo Vilhena Leite, CMS Antenor Nascente, CF Bárbara Starfield, CF Cabo Edney Canazaro de Oliveira e CF Izabel dos Santos;

– Na AP 3.3 (Madureira e adjacências) – CMS Portus Quitanda e CMS Morro União;

– Na AP 4.0 (Barra e Jacarepaguá) – CMS Harvey Ribeiro de Souza Filho, CMS Novo Palmares e CMS Curicica;

– Na AP 5.2 (Campo Grande) – CMS Ana Gonzaga e Vilar Guanabara, CMS Vila São Jorge, CMS Jardim Anápolis, CMS Dr. Alvimar de Carvalho e CMS Mourão Filho, CF Dr. José de Paula Lopes Pontes e CF Agenor de Miranda Araújo Neto;

– Na AP 5.3 (Santa Cruz) – CMS Maria Aparecida Almeida, CF Samuel Penha Valle e CF Lenice Maria Monteiro.

Além de trabalhar no estímulo ao aleitamento materno, a rede de atenção da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mantém bancos de leite humano (BLH) para atender, nas UTI neonatais das maternidades municipais, aos bebês que, por algum motivo, não possam ser amamentados pelas próprias mães. Os BLH são centros especializados responsáveis pela execução de atividades de coleta, promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Os centros são também responsáveis pela classificação, processamento, controle de qualidade e distribuição do leite humano ordenhado.

São cinco BLH e dez entrepostos de coleta na rede municipal. A mulher que esteja amamentando e queira também doar seu leite pode procurar um dos bancos, sem agendamento prévio, em qualquer dia e horário para fazer a doação. A coleta é feita na unidade pelos profissionais de saúde. Em alguns casos, com a devida orientação em relação aos procedimentos, a coleta pode ser feita em casa e o leite entregue nos entrepostos.

Os bancos de leite humano da SMS ficam nas seguintes unidades:

– Hospital Maternidade Fernando Magalhães – Rua General José Cristino, 87, São Cristóvão;

– Hospital Maternidade Carmela Dutra – Rua Aquidabã, 1037, Lins de Vasconcelos;

– Hospital Maternidade Herculano Pinheiro – Rua Andrade Figueira, s/nº, Madureira;

– Maternidade Leila Diniz – Avenida Ayrton Senna, 2000, Barra da Tijuca;

– Hospital Maternidade Alexander Fleming – Rua Jorge Schmidt, 331, Marechal Hermes.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *