Rodrigo e Adão, dois pacientes que serão operados após ida ao Gabinete Itinerante

Menino de 3 anos e porteiro de 56, ambos moradores de Belford Roxo, sofrem de hérnia inguinal e já passaram por consulta pré-cirúrgica nos Hospitais Estaduais da Criança (Vila Valqueire) e Melchiades Calazans (Nilópolis)

b_800_600_0_00_images_stories_ASCOM_hospCrianca-consultaGabItinerante_hospCrianca-ConsultaGabItinerante_056Criado para ouvir as demandas da população em todas as áreas administradas pelo Governo do Estado e se aproximar ainda mais dos cidadãos, o Gabinete Itinerante já está rendendo frutos. Na edição de Belford Roxo, realizada nos dias 5 e 6 de maio, os pais de Rodrigo Campos da Luz, de 3 anos, procuraram a equipe da Secretaria de Estado de Saúde para receber orientação sobre opções de tratamento para hérnia inguino escrotal, diagnóstico que o filho recebeu assim que nasceu. A família foi orientada sobre o funcionamento da Central Estadual de Regulação e a equipe de atenção básica da Prefeitura de Belford Roxo o inseriu no sistema. Assim, nesta quinta-feira (15), Rodrigo da Luz pode ter sua primeira consulta no Hospital Estadual da Criança, em Vila Valqueire, referência em cirurgia pediátrica.

“Estou surpreso com a infraestrutura do hospital​. Além de bonito, tem uma equipe atenciosa e competente. Sei que o problema do meu filho será resolvido neste hospital. O que mais quero é ver meu filho brincando, como qualquer outra criança saudável, principalmente jogando uma partida de futebol com o paizão, atividade que o meu filho ainda não consegue fazer por conta da hérnia” – disse Emerson da Luz, pai de Rodrigo e quem buscou o Gabinete Itinerante.

No Hospital Estadual da Criança, o menino foi avaliado pela equipe do cirurgião-pediátrico Marcelo Calcagno e submetido a exames para a realização de procedimento cirúrgico, que vai acontecer nos próximos dias. Nos primeiros quatro meses de 2014, 76 cirurgias como a que Rodrigo passará já foram realizadas em outras crianças.

“Antes da inauguração deste hospital, meninos como o Rodrigo ficavam anos esperando para realizarem esse procedimento que é, na verdade, muito simples. Além de diminuir o sofrimento da criança e da família, vamos conseguir reduzir os riscos de complicações de Rodrigo na fase adulta” – esclarece o médico Marcelo Calcagno, especialista em cirurgia urológica do Hospital Estadual da Criança.

O que é hérnia inguinal? – Este tipo de hérnia é desconhecido pela maior parte das pessoas, ainda que seja bastante comum; sobretudo em pessoas do sexo masculino. Embora possa ocorrer em qualquer idade, ela é mais frequente na fase adulta. Os principais sintomas são dor na região abdominal e um abalamento (como se fosse um caroço) na região da virilha. A cirurgia é a única opção de tratamento.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Marcos Musafir, que esteve presente em todas as edições do Gabinete Itinerante; a maioria das demandas apresentadas pela população são referentes a atenção básica e, portanto, devem ser resolvidos na própria cidade de moradia. Mas há outros casos como o de Rodrigo da Luz, que puderam ser encaminhados para serviços de saúde gerenciados pelo Governo do Estado.

“O contato com o cidadão é uma satisfação e uma excelente oportunidade para identificar as questões voltadas para cada município. No caso específico de Belford Roxo, muitos pedidos foram direcionados a melhorias no hospital municipal da região. Acionamos a Prefeitura, que se comprometeu em reformar a unidade e a Secretaria de Estado de Saúde vai apoiar no que for preciso” – adianta o secretário Marcos Musafir.

Caso de hérnia também em adulto – Há um ano o porteiro Adão Veiga, de 56 anos, caminha com dificuldade por conta de dores provocadas por uma hérnia na virilha. No Gabinete Itinerante ele recebeu orientação para o devido encaminhamento para realizar cirurgia no Hospital Estadual Melchiades Callazans, em Nilópolis.

– Já tinha desistido de resolver esse problema, mas agora estou novamente animado. O atendimento está sendo ótimo – comemorou Adão, no dia da sua consulta pré-cirúrgica.

O Gabinete Itinerante do Governo do Estado já passou por São Gonçalo, Belford Roxo e Duque de Caxias.

Investimentos na Saúde de Belford Roxo – Um dos principais investimentos do Governo do Estado em Belford Roxo, a UPA gerida pela Secretaria de Estado de Saúde no município faz cerca de 140 atendimentos por dia. Os moradores da cidade também já contaram com os serviços de mamografia e tomografia móveis, que juntos já beneficiaram, desde 2009, cerca de 2 mil pacientes.

Foi também com o apoio do Governo do Estado que Belford Roxo passou a contar com duas vans para transporte de pacientes e três ambulâncias. Desde 2007, a Secretaria de Estado de Saúde já investiu mais de R$ 6 milhões no município. Foram repassados R$ 5.268.000 em verbas para cofinanciamento da atenção básica, além de R$ 1 milhão de investimentos na Policlínica de Belford Roxo. O Município participa ainda do programa Mães da Baixada, recebendo verba para ser utilizada em hospital do município para melhoria no atendimento a gestantes.

Investimentos na Saúde de São Gonçalo – Em 2010, o município ganhou sua primeira Unidade de Pronto Atendimento e, no ano seguinte, uma segunda UPA. Hoje, atendem, juntas, 700 pessoas por dia, em média. Em junho do ano passado foi inaugurado o Centro de Trauma do Hospital Alberto Torres, com investimento de R$ 6,2 milhões em infraestrutura e equipamentos. A unidade já é referência no estado no atendimento a pacientes politraumatizados. Até março deste ano, o centro atendeu 892 pessoas e realizou 1.860 cirurgias.

A população de São Gonçalo também já foi beneficiada por duas vezes pelo serviço de Tomógrafo Móvel, atendendo 1.382 pessoas. O município recebeu ainda da Secretaria de Estado de Saúde desde 2007 R$ 26.340.000 em verbas para cofinanciamento da atenção básica, R$ 820.476,09 em equipamentos e duas vans para transporte de pacientes, no valor de R$ 98.895,02 cada veículo, além de ambulâncias. Para a região, há previsão ainda da construção do Hospital da Mãe nos mesmos moldes da unidade de Mesquita.

Investimentos na Saúde de Caxias – A Secretaria de Estado de Saúde construiu e administra duas UPAs na cidade, com média de atendimento diário de 540 pessoas. Além disso, equipou completamente a recém-inaugurada UPA Pediátrica. Desde 2009, a cidade recebeu três vezes o equipamento de tomografia computadorizada móvel, beneficiando 1.729 pessoas. Somente em 2013, o município recebeu repasse de R$ 5 milhões para custeio do Hospital Municipal Dr. Moacir Rodrigues do Carmo e mais de R$ 6,5 milhões em projetos nas áreas de atenção básica, assistência farmacêutica, leitos de UTI e equipamentos. Para 2014, estão previstos mais R$ 5,4 milhões para equipar o Centro de Imagem do Hospital Municipal Dr. Moacir Rodrigues do Carmo.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *