Rossi Murilo é o novo diretor do Iecac

Ex-diretor da unidade assume coordenação do projeto de atendimento ao infarto agudo do miocárdio

Nova_direcao_iecac_02O Instituto Estadual de Cardiologia Aloysio de Castro (Iecac) realizou nesta terça-feira, dia 11, solenidade de transmissão de cargo da direção da unidade. O especialista em cirurgia vascular Rossi Murilo da Silva assume o lugar de Antônio Ribeiro Neto, que durante sete anos promoveu mudanças significativas na unidade, como a criação de 46 leitos de terapia intensiva e a modernização do centro cirúrgico e do setor de reabilitação cardíaca. A nova direção terá como missão manter o nível de excelência já conquistado e dar continuidade a projetos que visam à modernização da gestão e a melhoria da assistência especializada.

Ex-chefe do serviço de cirurgia vascular do Hospital Municipal Souza Aguiar e integrante deste setor no Hospital da Lagoa, Rossi é mestre da cadeira pela UFRJ e professor universitário. Também é membro titular da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e responsável pela Câmara Técnica de Angiologia e Cirurgia Vascular do CREMERJ.

Durante a solenidade, o novo diretor ressaltou a importância da gestão participativa para desenvolver projetos e manter a unidade como centro de excelência no atendimento das doenças cardiovasculares.

– Para mim, é um honra ocupar este cargo e sou grato à Secretaria de Estado de Saúde e à Fundação Saúde pela indicação. Será um desafio, mas acredito que venho para somar forças e contribuir para o crescimento da instituição – afirmou.

Com a mudança, o ex-diretor do Iecac, Antonio Ribeiro Neto, passa a coordenar do programa da Secretaria Estadual de Saúde (SES) para atendimento aos pacientes portadores de doenças cardiovasculares graves. Ele terá como meta fortalecer o recém-criado projeto de tratamento do infarto agudo do miocárdio, que visa a diminuição da mortalidade no estado. A proposta é ampliar a rede de cuidados do infarto agudo, sobretudo na fase inicial da doença, ponto crucial para o sucesso do tratamento.  Antônio Ribeiro trabalhará em conjunto com a Subsecretaria de Atenção à Saúde da SES.

Presente na solenidade, a subsecretária de Atenção à Saúde, Mônica Almeida, destacou a importância do Iecac como referência no Estado do Rio de Janeiro e a relevante contribuição que Antônio Ribeiro Neto dará para criar a rede de atendimento ao cardiopata agudo. O objetivo do projeto será montar um fluxo para atender às unidades menos especializadas, como Unidades de Pronto-Atendimento e hospitais de urgência e emergência.

– Dessa forma, vamos fortalecer a assistência cardiovascular de maior complexidade – acrescentou Mônica.

Clarisse Lobo, diretora executiva da Fundação Saúde, que administra o instituto, ressaltou a importância de a unidade manter o nível de excelência conquistado nos últimos anos e a necessidade de ascender permanentemente.

– São muitos os desafios, a começar pela obtenção da certificação como hospital de ensino e a conquista do Prêmio de Qualidade Rio (PQ-Rio), categoria ouro, como modelo de gestão – lembrou.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *