Secretaria de Saúde de Nova Friburgo finaliza a Campanha Outubro Rosa com ação na Praça Getúlio Vargas neste sábado

O movimento que começou nos Estados Unidos na década de 90 para estimular a participação popular – especialmente das mulheres no controle, prevenção e detecção precoce do câncer de mama – ganhou proporções mundiais e o mês de outubro foi escolhido para simbolizar a luta contra esta doença.

Em Nova Friburgo, a secretaria de Saúde, através da subsecretaria de Atenção Básica e das Unidades de Saúde, desenvolveu ao longo deste mês atividades educativas e palestras com o objetivo de informar e estimular as mulheres a adotar uma postura de atenção em relação às mamas.

Para finalizar o Outubro Rosa, neste próximo sábado (31), de 9h as 12h, a equipe técnica da secretaria de Saúde estará presente na Praça Getúlio Vargas distribuindo material informativo sobre câncer de mama, além de realizar a testagem de glicemia e aferição da pressão arterial. Segundo a coordenadora de Área Técnica da Saúde da Mulher, Gracia Badaró Massad, “a maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres, lembrando que toda mulher com 40 anos ou mais de idade deve realizar o exame clinico das mamas anualmente. É importante destacar as recomendações para o rastreamento do câncer de mama.

O rastreamento é a realização de exame de rotina para identificação e diagnóstico precoce em pessoas que não têm nenhum sintoma. No caso do câncer de mama, o exame recomendado é a mamografia. É recomendado também que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos”. Para o Instituto Nacional de Câncer (INCA) a mamografia de rastreamento não é indicada para mulheres com menos de 50 anos, pois, antes dessa idade as mamas são mais firmes e com menos gordura (densas), o que torna o exame limitado para identificar as alterações, gerando muitos resultados incorretos. A mamografia para avaliar uma alteração suspeita na mama é chamada de mamografia diagnóstica e poderá ser feita em qualquer idade. Ela e o exame clínico das mamas identificam alterações suspeitas, mas a confirmação de câncer de mama é feita em laboratório, pelo exame histopatológico, que analisa uma pequena parte retirada da lesão- biópsia.

A estimativa é de que surjam no Brasil 57 mil novos casos de câncer de mama somente em 2015. Sinais e sintomas – Caroço (nódulo) fixo e geralmente indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço; saída de líquido anormal das mamas. Essas alterações precisam ser investigadas o quanto antes, mas podem não ser câncer de mama. Para mais informações procure as unidades de saúde do município.

FONTE: Prefeitura de Nova Friburgo
http://www.novafriburgo.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *