Sergio Côrtes visita novo serviço de hemodiálise em Teresópolis

Convênio da Secretaria de Estado de Saúde e da Prefeitura da cidade resolveu o atendimento dos pacientes de hemodiálise da cidade, que ficaram sem unidade de referência próxima após problemas no Hospital das Clínicas

O secretário de Estado de Saúde, Sergio Côrtes, visitou na manhã desta segunda-feira, 02 de abril, o Hospital São José, em Iúcas, Teresópolis, para conhecer o serviço de hemodiálise que vem sendo oferecido pela unidade desde março, a partir de convênio firmado com a Secretaria de Estado de Saúde e a Prefeitura. Foi destinado R$ 1,5 milhão para a implantação do serviço, que terá uma área exclusiva dentro do hospital com 32 cadeiras para hemodiálise voltadas para atender exclusivamente pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje, 12 dessas cadeiras já estão em funcionamento na unidade, atendendo 69 pacientes e, com isso, zerando a demanda que existia no município. O atendimento é realizado em três turnos, de segunda a sábado.
Entre o fechamento do Hospital das Clínicas, que era a referência em Teresópolis na realização de hemodiálise, e a implantação do novo serviço, os pacientes tinham que se deslocar a Itaboraí três vezes por semana para realizar o tratamento. Era o caso do apontador de obra José Alyson Augusto, de 36 anos, morador de Teresópolis.
– Faço hemodiálise há três anos e desde que o Hospital das Clínicas fechou comecei a ter que viajar para me tratar em Itaboraí. Passava quatro horas do meu dia na estrada e já chegava ao hospital cansado. Estou me sentindo muito melhor aqui, é mais confortável e me sinto amparado por estar perto da minha família, conta o paciente.
A segunda etapa do projeto deve ser concluída em quatro meses e, com isso, vai ampliar o atendimento a pacientes de municípios vizinhos que necessitam de hemodiálise.
– Nessa primeira etapa buscamos uma solução imediata aos pacientes que estavam sendo tratados em Itaboraí. Com essa abertura emergencial do serviço, permitimos que eles possam ser atendidos em condições melhores. Na próxima fase, a unidade também poderá receber pessoas da região que aguardam por esse tratamento, ressaltou Côrtes.
Suspensão do serviço de hemodiálise anterior – Em 21 de julho de 2011, uma equipe da Superintendência de Vigilância Sanitária Estadual (SUVISA) inspecionou o Hospital das Clínicas de Teresópolis e foram detectadas condições técnicas insatisfatórias para o funcionamento da unidade. Em 28 de agosto, houve nova visita de inspeção ao hospital e as mesmas inadequações foram encontradas pela equipe técnica da Superintendência de Atenção Especializada, Controle e Avaliação (SAECA). Levando em conta as dificuldades de redistribuição dos pacientes submetidos à diálise, e na expectativa da realização das melhorias necessárias à adequação do estabelecimento, a SAECA propôs e o Hospital das Clínicas concordou em assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com dez itens a serem cumpridos no prazo de dois meses.
Em 19 de outubro de 2011 foi feita nova inspeção e confirmação de que os itens acordados em TAC não foram cumpridos pelo Hospital das Clínicas. Em resolução publicada no Diário Oficial de 12 de dezembro de 2011 ficou determinada a interdição da unidade de diálise do hospital.
FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *