Uranium Film Festival Rio de Janeiro conquista Ciência sem Fronteiras & Berlim

CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS

Quatro 4 meses depois da 4ª edição do Uranium Film Festival Rio de Janeiro, na Cinemateca do MAM Rio, o Festival conquista “Ciência sem Fronteiras”. Vários filmes sobre energia atômica e radioatividade do Festival serão exibidos na sessão Ciência sem Fronteiras da Mostra VerCiência durante a Semana Nacional de Ciência em Tecnologia no Rio de Janeiro. O evento será de 13 a 19 de outubro de 2014, nos espaços VerCiência na Quinta da Boa Vista, no Jardim Botânico e no Parque Madureira. Um dos filmes do Festival na Mostra VerCiência é “Abita. Children from Fukushima (Crianças de Fukushima)”.

CANNES ATÔMICO EM BERLIM

Mais uma conquista do Uranium Film Festival Rio vai acontecer agora na Alemanha. O festival, que é o maior festival do mundo sobre energia nuclear e por isso está sendo chamado de “Cannes Atômico”, vai conquistar Berlim. De 29 de setembro a 03 de outubro de 2014, o Uranium Film Festival Berlim exibirá 31 filmes de 14 países, no Cine Babylon – um cinema cult de Berlim, perto da famosa Alexander Platz. “Por causa da importância das informações levantadas pelos filmes do festival, estamos sempre recebendo convites de várias partes do mundo. Por isso estamos pela terceira vez em Berlim e em dezembro estará pela primeira vez em Amã, na Jordânia”, conta Márcia Gomes de Oliveira, diretora do festival.

MISSÃO IMPOSSÍVEL II

Pela segunda vez o Uranium Film Festival brilhou na Índia. O diretor do festival na Índia é o cineasta indiano Shri Prakash que mais uma vez cumpiru a missão impossível: realizar o festival em Mumbai, Hyderabad e mais cinco cidades! Por mais de um mês, entre 20 de março a 1º de maio de 2014, o festival alcançou mais de 4 mil espectadores. Um deles disse: “Um dos sinais de um bom programa é que você não pode deixá-lo fora de seus pensamentos, mesmo depois de deixar a sala de exibição.” O relato desta “viagem pela Índia”, com fotos e todos os filmes exibidos está pronto e pode ser feito downlaod pela website do festival www.uraniumfilmfestival.org/pt, bem como o relato do 4ª edição do Uranium Film Festival Rio de Janeiro que acaba de ser lançado.

VITÓRIAS E DIFICULDADES

Entre 14 a 25 de maio de 2014, o “Cannes Aômico” do Rio de Janeiro aconteceu na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio e exibiu 63 filmes de 25 países, na Cinemateca do MAM Rio. Vários cineastas internacionais e especialistas da temática nuclear estiveram presentes, como por exemplo o cineasta Ian Thomas Ash, que apresentou seu filme sobre Fukushima, “A2-B-C”, no Rio. Ele disse: “É uma grande honra ter o meu documentário A2-B-C no Uranium Film Festival. O festival é muito importante, porque ele fala sobre o tema nuclear não apenas relacionado à Hiroshima e Nagasaki, Fukushima e Chernobyl, mas também sobre temas que afetam pessoas em todo o mundo, como resultado de testes de bombas atômicas e da mineração de urânio. Então gostaria de dizer muito obrigado por estar aqui e poder mostrar as histórias das pessoas que sofrem em Fukushima. Apesar da barreira do idioma, a exibição do meu filme foi bem sucedida, e eu tive o prazer de ter uma plateia interessada de jovens e de famílias.”

Vários outros depoimentos, além de fotos e todos os filmes exibidos, podem ser encontrados no novo Relato do festival que recebeu o sugestivo título “Vitórias & Dificuldades”. A programação de Berlim e todos os relatos estão agora online no website do festival www.uraniumfilmfestival.org e também em alta resolução para ser impresso no site: http://de.scribd.com/UraniumFestival

berlin_poster_2014_foto

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *