Vacinação contra a gripe continua: Teresópolis vacinou 20.381 pessoas, com 54,69% de cobertura

Por determinação do Ministério da Saúde, foi prorrogada a campanha nacional de vacinação contra a gripe. O objetivo é ampliar o número de pessoas protegidas em todo o país. Desde o seu lançamento, em 24 de abril, Teresópolis imunizou 20.381 indivíduos, com 54,69% de cobertura do público-alvo.

Com isso, a vacinação continua em 20 postos fixos, na cidade e no interior. O atendimento ao público acontece de segunda a sexta, das 9h às 16h. É necessária a apresentação do cartão de vacina. De acordo com levantamento parcial, foram imunizados 15.733 idosos com 60 anos ou mais, 2.970 crianças de seis meses a 5 anos incompletos; 452 gestantes; 111 puérperas (até 45 dias após o parto) e 1.115 trabalhadores de saúde.

“Apenas 31% das crianças foram vacinadas, percentual muito baixo. Os pais devem procurar os postos de saúde para imunizá-las, pois elas são mais expostas às complicações da gripe”, alerta Daurema Docasar, chefe do Setor de Imunização da Secretaria de Saúde.

A orientação é que a campanha prossiga até que seja alcançada a meta de 80% do grupo prioritário para a imunização. Em Teresópolis, esse número é de 40.613 pessoas, de acordo com o Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde.

Também devem ser imunizados portadores de comorbidades. Este grupo abrange portadores de diabetes e de doença respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica crônicas, e que tenham prescrição médica para tomar a vacina.

Segurança – Para a realização da campanha, o Ministério da Saúde distribuiu 53,5 milhões de doses, que protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

A vacina contra gripe é segura e evita o agravamento da doença, internações e, até mesmo, óbitos por influenza. Estudos demonstram que a imunização pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Todas as pessoas que fazem parte do grupo prioritário devem se dirigir aos postos de saúde com o cartão de vacinação. As pessoas com doenças crônicas devem apresentar também prescrição médica no ato da vacinação. Aqueles pacientes que já fazem parte de programas de controle das doenças crônicas do SUS, devem se dirigir aos postos em que estão cadastrados para receber a vacina.

Após a aplicação da dose, podem ocorrer dor no local da injeção e o endurecimento leve da pele, manifestações que geralmente passam em 48 horas. A vacina é contraindicada a pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina, ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. 

LOCAIS DE VACINAÇÃO

• Cidade: Unidade de saúde de Albuquerque; PSFs de Araras, Barra do Imbuí, Beira Linha, Fonte Santa, Granja Guarani, Granja Florestal, Meudon, Perpétuo, Pimenteiras, Quinta Lebrão, Rosário; Centro de Saúde Armando de Sá Couto e Centro Materno Infantil, na Várzea.

• Interior: Unidades de saúde de Bonsucesso e de Vieira; PSFs de Vargem Grande e Venda Nova; Igreja de São Pedro e São Paulo (Volta do Pião) e Nikkei Club (Pessegueiros).

FONTE: Prefeitura Municipal de Teresópolis
http://www.teresopolis.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *