Vigilância Sanitária abre temporada de castração de cães e gatos

Agendamento, consulta e cirurgia são gratuitos e tem que ser feitos no Instituto Jorge Vaitsman

Já está aberta a temporada de agendamento para castração de cães e gatos no Instituto de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman, para o segundo semestre. Os interessados devem comparecer à unidade, que fica na Av. Bartolomeu de Gusmão, 1.120, em São Cristóvão. A partir de 8h, os portões já estão abertos para a distribuição de senha e o tutor deverá apresentar uma conta de água, luz ou telefone de domicílio do município do Rio, em nome do responsável do animal, pais ou cônjuge, expedida no prazo máximo de 90 dias. O animal será encaminhado para consulta e avaliação de risco cirúrgico. Só depois dessa avaliação será agendada a cirurgia.

A consulta pré-cirúrgica, o agendamento e a castração são serviços gratuitos e oferecidos a cães e gatos de moradores do município do Rio de Janeiro. Para a cirurgia, o animal deverá ter, pelo menos, cinco meses de idade e estar em bom estado de saúde. São distribuídas 30 senhas nos dias úteis e o agendamento será feito das 8h às 12h e das 13h às 17h.

A castração é uma cirurgia importante para o controle populacional de cães e gatos e da proliferação de zoonoses, que são doenças transmitidas pelos animais. Atualmente, no município do Rio de Janeiro, a população canina e felina é estimada em quase 670.000, de acordo com o protocolo do Programa de Profilaxia da Raiva do Ministério da Saúde, que estima o número de cães e gatos na cidade em torno de 10% do número da população humana.

A castração faz o animal viver mais e melhor, reduzindo a possibilidade de tumor de mama nas fêmeas, tumor de ovário, tumor de útero, infecções uterinas, doenças prostáticas, estresse de cio, fugas, atropelamentos, ninhadas indesejáveis, abandono e de contrair doenças que podem ser fatais para animais e humanos.

Somente no primeiro semestre deste ano, foram castrados 646 gatos e 709 cães, totalizando 1.335 castrações.  No ano passado, foram 2.596 castrações ao todo, sendo 1.050 em felinos e 1.546 em caninos. Além da castração, o Instituto Jorge Vaitsman oferece outros serviços gratuitos ou a preços acessíveis, como vacinação antirrábica, clínica médica e outras cirurgias, sepultamento, cremação e exames laboratoriais. Os procedimentos são feitos no endereço da unidade em São Cristóvão, entre 8h e 17h. Os valores dos serviços pagos podem ser consultados no site www.prefeitura.rio/vigilanciasanitaria.

Centenário

O Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman está completando 100 anos em 2017, como instituição de referência para a vigilância em zoonoses no Brasil. Atua em conjunto com os postos de atendimento às vítimas de agressão por animais, observando os animais agressores e sendo o único laboratório do estado do Rio de Janeiro que faz o exame de sorologia humana para raiva gratuitamente, para comprovação da imunidade pós vacina contra o vírus rábico.

Não só a raiva, mas outras zoonoses também são estudadas pelo instituto. Há no local  laboratórios responsáveis pelo diagnóstico de leptospirose, criptococose, leishmaniose e esporotricose. Para essa última, oferece tratamento gratuito. Também há projetos para adoção e posse responsável, visando ao controle das zoonoses e à diminuição da população de animais abandonados no município.

Atualmente, o instituto está se empenhando em realizar necropsias em primatas, com coleta e envio de material para exames específicos para febre amarela e, também, para o diagnóstico de raiva.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *