XI Conferência Municipal de Saúde registra ampla participação popular e elege entidades para o novo Conselho Municipal de Saúde

A ampla participação popular e a qualidade dos debates foram as marcas registradas da 11ª edição da Conferência Municipal de Saúde, realizada neste fim de semana, no UNIFESO – Centro Universitário Serra dos Órgãos (Avenida Alberto Torres, 111 – Alto).

Com o tema ‘Como garantir qualidade na saúde no município de Teresópolis: desafios para a reestruturação da rede quanto ao acesso e integralidade das ações em saúde’, o evento debateu e definiu propostas para o Plano Municipal de Saúde do período 2015-2018 dentro de cinco eixos temáticos: promoção da saúde, atenção à saúde, força de trabalho em saúde, qualificação da gestão e participação e controle social em saúde.

A enfermeira Monique Padilha, apoiadora da Superintendência de Atenção Básica da Secretaria Estadual de Saúde, fez a palestra de abertura sobre o tema “Cenário atual da política de atenção básica”, abordando os modelos de atenção à saúde e a evolução da estratégia de saúde da família, entre outros assuntos.

Ampliação da cobertura da Estratégia da Saúde da Família em 70% até 2015; implantação do centro de reabilitação física e mental; elaboração do plano de assistência farmacêutica municipal; modernização e ampliação da central de marcação de consultas, exames e internação; implantação do hospital municipal a partir do diagnóstico de necessidades; e aumento para 19% da destinação de recursos do Orçamento Municipal para o setor de Saúde. Estas são algumas das propostas aprovadas na Conferência de Saúde. O relatório final com todas as propostas e moções será concluído até o fim do ano.

Aberto na última sexta-feira, 27, pelo vice-prefeito Márcio Catão, o evento reuniu representantes de entidades de classe, acadêmicas e de pesquisa, de movimentos sociais e comunitários e de organizações não-governamentais. Também marcaram presença os vereadores Cláudio Mello e Fabio Filé.

“A participação de todos nesta conferência reflete a preocupação em relação à condução das políticas públicas de saúde. O trabalho foi extremamente bem realizado, com debates esclarecedores e transparentes. A sensação é de dever cumprido. Temos agora mais dois anos para trabalhar nos avanços que nós pretendemos para o município”, avaliou o secretário municipal de Saúde, Carlos Otávio Sant’Anna.

A presidente da Conferência, Monique Sandim Bartole, também confirmou o êxito do evento. “O produto da conferência foi bastante produtivo e propositivo dentro dos seus eixos, coerente com o desejo do Conselho Municipal de Saúde e de acordo com o que foi colocado pela Secretaria Municipal de Saúde. Agora temos que acompanhar as ações para ver o desdobramento de tudo o que foi deliberado”, considerou.

“Foi uma conferência produtiva, com muitos debates em grupo e a plenária definindo ações para a saúde em Teresópolis. E as propostas aprovadas devem ser cumpridas pelo Poder Executivo”, pontuou o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Valdir Paulino.

No domingo, 29, último dia da Conferência, foram eleitas as entidades, e respectivos suplentes, que vão compor o Conselho Municipal de Saúde no período 2014-2015. As instituições têm 30 dias para indicar os nomes dos seus representantes, e a mesa diretora será eleita em reunião do Conselho, em data a ser definida.

Entidades eleitas para o Conselho Municipal de Saúde

Usuários – titulares: Sindicato dos Têxteis, Sindicato dos Bancários, Acerdat/Rádio Brasil Rural FM, Pastoral da Saúde da Paróquia de Santa Teresa, Paróquia de Santo Antonio, Igreja Batista Serra dos Órgãos, Igreja Batista da Barra do Imbuí, Associação dos Diabéticos de Teresópolis, Diretório Acadêmico Hamilton Almeida de Souza/Faculdade de Medicina de Teresópolis, Federação das Associações de Moradores de Teresópolis, Associações de Moradores de Quinta Lebrão, São Pedro, Vale da Revolta, Fazenda Alpina, Imbiú e Andradas.

Suplentes: Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Rotary Club Teresópolis Paquequer, Associação de Moradores do Pimentel, Vila Santo Antônio, Fonte Santa, Sebastiana e da Cascata Guarani.

Prestadores de serviços públicos – titulares: Secretarias municipais de Saúde, Meio Ambiente e Defesa Civil e de Agricultura.

Suplente: Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos.

Prestadores de serviços privados – titulares: Beneficência Portuguesa, Hospital das Clínicas de Teresópolis, Hospital São José, Fisimed Complexo Terapêutico.

Suplentes: Apae Teresópolis, Laboratório de Pesquisas Clínicas Oswaldo Cruz.

Profissionais de saúde – titulares: Associação Médica de Teresópolis, Conselho Regional de Fisioterapia, Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresópolis, Unifeso (Centro Universitário Serra dos Órgãos).

Suplentes: serão indicados em reunião do Conselho Municipal de Saúde.

FONTE: Prefeitura Municipal de Teresópolis
http://www.teresopolis.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *