Xuxa doa sangue e convida amigos para aumentar doações

unnamedHoje à tarde, o Hemorio, que vai completar 70 anos no fim do mês, recebeu a visita da apresentadora Xuxa Meneghel, que esteve na unidade para doar sangue. Preocupada com a queda no número de doações e esperando estimular a população para a importância do ato de cidadania e solidariedade, ela lançou a campanha “Vem Comigo”, inspirada nos mesmos moldes do desafio do balde de gelo, que sensibilizou milhões de pessoas após a adesão de famosos. Após doar, Xuxa gravou um vídeo convocando outros famosos para seguir o exemplo e comparecer ao Hemorio para a doação de sangue.

– Doar sangue é muito simples e seguro. O sangue é insubstituível e, muitas vezes, a única esperança para muitos pacientes que precisam.  Por isso, hoje estou aqui para iniciar uma campanha. Imagine se cada um de nós chamasse cinco amigos para doar sangue?  Então quero convidar Victor, Léo, Tiago Abravanel, Ivete Sangalo e Junno Andrade.  Venham doar sangue também!  Se cada um de nós vir e desafiar mais cinco pessoas, teremos milhares contribuindo para o aumento dos estoques e ajudando a assegurar um direito primordial, que é o direito à vida – explicou Xuxa.

É a segunda vez que Xuxa doa sangue no Hemorio.  A primeira vez foi em 2008 em solidariedade às vítimas da dengue, quando a cidade vivia uma grande epidemia. Na época, incentivados pela presença de artistas e formadores de opinião, a população procurou as diversas unidades de coleta no Estado, triplicando a quantidade de bolsas no estoque e a produção de plaquetas, essenciais no tratamento da doença. Xuxa também visitou diversas crianças internadas na pediatria que realizam tratamento de doenças hematológicas, surpreendendo os pacientes.

Apesar das diversas campanhas, a população não doa sangue frequentemente.  De acordo com dados do Ministério da Saúde, menos de 2% dos brasileiros possuem o hábito regular da doação.  Estima-se que a cada dois segundos, algum paciente necessite de transfusão de sangue no Brasil e 1 a cada 5 pacientes internados necessitarão de transfusão.

– Se dobrássemos o número de doadores fidelizados no Brasil, os hemocentros manteriam seus estoques em níveis adequados, mas infelizmente a falta de informação é um dos fatores que mais comprometem esse crescimento, pois o desconhecimento gera medos infundados, como o risco de contrair doenças – explica a diretora geral do Hemorio, Simone Silveira.

70 anos Hemorio – O Hemorio, que distribui sangue para cerca de 180 unidades de saúde em todo o Estado, chega os seus 70 anos com o orgulho de ser uma unidade pública modelo de excelência, contribuindo para a construção de políticas públicas e reforçando seu papel de liderança no cenário nacional na área de hematologia e hemoterapia.

A unidade recebe uma média de 350 doadores voluntários de sangue por dia. Além disso, possui 83 leitos de internação e cerca de 10 mil pacientes ativos, que realizam tratamento de doenças como leucemia, linfomas, hemofilia e anemia falciforme, entre outras.

Como doar – Para ser um candidato à doação de sangue é necessário estar bem de saúde, ter entre 16 e 69 anos (jovens com 16 e 17 anos só podem doar com autorização dos pais e/ou responsáveis), pesar mais de 50 quilos e trazer um documento de identidade com foto (original).  Não é necessário estar em jejum.  Basta não ter bebido álcool nas últimas 12 horas e comidas gordurosas nas 4 horas que antecedem a doação.  Todo material é descartável, portanto, não existe o risco de contrair doenças doando sangue.

O Hemorio funciona todos os dias (inclusive sábados, domingos e feriados), das 7 às 18 horas e fica na Rua Frei Caneca, 8 – Centro.  Para esclarecimento de dúvidas em relação à doação, o Hemorio disponibiliza o Disque-Sangue (0800 282 0708), que informa o endereço das demais 26 unidades de coleta no Estado e também realiza o agendamento de grupos.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *