Começa hoje Congresso que marca os 30 anos de regulamentação das técnicas radiológicas no Brasil

thumbnail_1393016992O Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER) realiza, dias 30, 31 de outubro e 1º de novembro de 2015, o 5º Congresso Nacional e 2º Intercâmbio Internacional dos Profissionais das Técnicas Radiológicas. O evento será realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília/DF.

Segundo a presidente do CONTER, Valdelice Teodoro, o Congresso marca os 30 anos de regulamentação das técnicas radiológicas no Brasil. “Vamos realizar um grande encontro, para discutir o futuro da profissão com especialistas, estudantes, profissionais, pesquisadores, lideranças e representantes de outras nações. Vamos trocar informações, conhecimentos e experiências para construir as bases do nosso desenvolvimento”, afirma.

A programação do evento conta com 12 palestras nacionais, 9 mesas temáticas, 6 palestras internacionais e 3 apresentações culturais. Na área de exposições, haverá mostra de quase 60 trabalhos científicos produzidos pelos alunos e profissionais. Os três melhores de cada categoria serão premiados e o melhor de cada uma delas será publicado na próxima edição da Revista CONTER, com tiragem de 100 mil exemplares e distribuição em todo o território nacional.

A profissão de Técnico em Radiologia foi regulamentada dia 29 de outubro de 1985, por meio da Lei n.º 7.394, pelo então presidente da República José Sarney. Em 17 de junho de 1986, veio a regulamentação da lei, por meio do Decreto n.º 92.790. Em 4 de junho de 1987, foi instalado o Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER), que normatiza, fiscaliza e mantém o controle jurisdicional da profissão no Brasil. Na abertura do Congresso, vai ser exibido um filme de cinco minutos para contar essa história.

Hoje, existe um padrão de fiscalização, mas a regulamentação não foi fácil. O processo legislativo levou mais de 20 anos e só foi concluído graças ao empenho e trabalho de lideranças do país inteiro, que se organizaram em associações para cobrar o ordenamento jurídico das técnicas radiológicas em Brasília/DF.

Atualmente, é difícil encontrar uma pessoa que nunca tenha feito uma radiografia ou tratamento radiológico. Na medicina moderna, os exames de imagem e terapias com o uso de radiação ionizante se tornaram indispensáveis ao diagnóstico e tratamento das doenças que afetam o organismo humano.

A maioria dos pacientes não se dá conta, mas quem opera os equipamentos radiológicos são os Técnicos e Tecnólogos em Radiologia. Esses profissionais são como os olhos dos médicos que, para fazerem um bom laudo, precisam de uma boa imagem radiográfica como ponto de partida.

A rigor, sem os profissionais das técnicas radiológicas, não existiria saúde pública. Mas, esses profissionais não se resumem à área da saúde. Eles também atuam no setor industrial, de inspeção e segurança, executando atividades indispensáveis ao desenvolvimento do país.

“Além de promover a educação e a especialização de qualidade, queremos que o evento se transforme em uma plataforma para a discussão de assuntos importantes para a categoria, como o cumprimento do piso salarial, da carga horária especial de trabalho e dos demais direitos sociais dos Auxiliares, Técnicos e Tecnólogos em Radiologia que ainda são negados até hoje”, finaliza a presidente Valdelice Teodoro.

FONTE: CONTER
http://www.conter.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *