Prefeitura inicia construção de Clínica da Família na Maré

Unidade atenderá às comunidades de Vila do Pinheiro, Conjunto do Pinheiro e Salsa e Merengue

A Secretaria Municipal de Saúde deu início nesta quarta-feira, dia 8 de abril, à construção da Clínica da Família da Avenida Bento Ribeiro Dantas, na Maré. O lançamento da obra contou com a presença do prefeito Eduardo Paes. A nova unidade terá dez equipes de Saúde da Família e quatro de saúde bucal, beneficiando cerca de 30 mil moradores das comunidades de Vila do Pinheiro, Conjunto do Pinheiro e Salsa e Merengue.

“Tínhamos esse compromisso com os moradores da região, de oferecer serviços de qualidade. Além desta unidade, outra Clínica da Família já está licitada, com recursos para contratar. As obras serão iniciadas tão logo a gente defina o local. São unidades que vão permitir qualidade no atendimento. Costumo dizer que atenção básica não é para cuidar de doenças, mas evitar que as pessoas fiquem doentes”, afirmou o prefeito Eduardo Paes.

A obra ficará a cargo da RioUrbe. Hoje, a população do Complexo da Maré é atendida em oito unidades de Atenção Primária, sendo uma Clínica da Família, dois Centros Municipais de Saúde e cinco postos de apoio em saúde.

Para o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, a nova clínica será um divisor de águas no que diz respeito à qualidade do atendimento:

“Essa clínica vai permitir o atendimento individual dos pacientes, que não precisarão mais dividir consultórios com outros por conta da demanda. Além disso, ela vai dispor de equipamentos modernos de raio-x e ultrassonografia de ponta. Os moradores da Maré também terão aqui uma Academia Carioca para que a população viva mais e melhor.”

As clínicas da família fazem parte de um projeto pioneiro e inovador que permitiu a revolução histórica no setor de saúde da cidade. Hoje, o Rio conta com 74 clínicas da família inauguradas desde 2009. A meta da Prefeitura é inaugurar, este ano, 15 unidades, de um total de 66 até o fim de 2016, alcançando uma cobertura de 70% da população pelo Saúde da Família. Em 2008, o Rio era a capital com pior cobertura de saúde do país com apenas 3,5% dos cariocas atendidos pela estratégia. Atualmente, já são 47,9% de cobertura da população, o que representa mais de 3 milhões de pessoas beneficiadas.

Somente a Área de Planejamento 3.1, que agrega o Complexo da Maré, conta hoje com 54% de cobertura de Saúde da Família. A AP também abrange Complexo do Alemão, Penha, Ilha do Governador, Ramos, Bonsucesso, Olaria, Manguinhos, Penha Circular, Brás de Pina, Cordovil, Parada de Lucas, Vigário Geral, Jardim América.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *