CNS se posiciona contra curso técnico e graduação a distância na área da saúde

thumbnail_1465392779O Conselho Nacional de Saúde (CNS) se posicionou contra a graduação e a formação técnica a distância na área da saúde em todo o Brasil. Em decisão colegiada, a instância máxima de deliberação do SUS tomou a medida para prevenir os prejuízos que esses cursos podem oferecer à qualidade da formação de seus profissionais, bem como pelos riscos que estes profissionais possam causar à sociedade.

Leia a resolução.

A presidente do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER) Valdelice Teodoro acredita que a medida ajuda a melhorar a qualidade do ensino. “Entendo que a tecnologia pode ser usada em cursos de atualização ou aperfeiçoamento, mas a formação elementar do profissional da saúde deve ser presencial. Não tem como formar um profissional que vai atender pacientes a distância”, considera.

Em 2016, as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) da área de saúde devem ser objeto de discussão e deliberação do CNS, dentro de um espaço de tempo adequado para permitir a participação, no debate, das organizações de todas as profissões regulamentadas e das entidades e movimentos sociais que atuam no controle social do SUS. Assim será possível fazer um debate mais aprofundado da formação no país.

FONTE: CONTER
http://www.conter.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *