Hemorio e Operação Lei Seca fazem campanha no Terreirão do Samba

Quase 300 pessoas compareceram para doar. Entre elas, o vice-governador, Luiz Fernando Pezão. Ação continua nesta quinta

acao_hemorio_lei_secaRepresentantes do Governo do Estado do Rio de Janeiro, agentes da Operação Lei Seca e taxistas compareceram nesta quarta-feira, dia 19, no Terreirão do Samba, para doar sangue em comemoração aos cinco anos da OLS. A equipe de coleta móvel do Hemorio está com uma estrutura montada para receber este grupo de voluntários. No primeiro dia, compareceram 298 pessoas e foram coletadas 226 bolsas. Cada bolsa pode salvar até quatro vidas. Amanhã, a coleta será aberta ao público em geral.

Segundo dados da Coordenadoria da Operação Lei Seca, nos últimos anos, a redução dos acidentes fatais de trânsito foi de 32%. “É um número para comemorar, um indicativo da mudança de comportamento da sociedade fluminense”, ressaltou o coordenador-geral da OLS, major Marco Andrade.

O vice-governador, Luiz Fernando Pezão, foi ao Terreirão do Samba para doar sangue e ressaltou a importância da aplicação da lei seca, que reduziu consideravelmente o número de acidentes provocados por conta da ingestão de bebida alcoólica.

Outro dado positivo apontado pelas pesquisas é com relação à redução de 27% de vítimas de acidente de trânsito. Mas nem todos estão dentro desta estatística. Foi o caso de Amilson Lopes de Souza, de 61, policial militar reformado e agente de operação da Lei Seca. Há 34 anos, ele foi vítima de acidente de carro quando, o motorista, do outro veículo, provocou um grave acidente. Souza ficou paraplégico e perdeu um amigo que estava no carro.

“O motorista que provocou o acidente estava alcoolizado. Fiquei 10 meses internado no hospital e precisei receber sangue para continuar a luta. Sou um policial reformado e há cinco anos trabalho como agente da operação Lei Seca. O indivíduo pode beber. O que não pode é dirigir quando estiver alcoolizado”, ressaltou.

A diretora-geral do Hemorio, Simone Silveira, a parceria firmada pelo Hemorio com a Operação Lei Seca é positiva e reforça ainda mais a importância da doação, pois, em muitos casos, os acidentados precisam de transfusão.

Informações ao doador – Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais.  O modelo da autorização pode ser adquirida através do site do Hemorio – www.hemorio.rj.gov.br.

Não é necessário estar em jejum, apenas evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.

A unidade funciona todos os dias, das 7h às 18h, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, n° 8, no Centro do Rio. Para mais informações, o voluntário deve ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço dos outros 26 unidades de coleta distribuídos pelo estado.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *