HTO Dona Lindu realiza 17º mutirão de cirurgias

unnamed (5)Nos dias 21, 22, 28 e 29 de março, o Hospital Estadual de Traumatologia e Ortopedia Dona Lindu vai realizar a 17ª edição do mutirão de cirurgias, que vai atender 30 pacientes que necessitam de operação para as especialidades de joelho, mão e quadril. O objetivo é otimizar a realização de procedimentos ortopédicos, reduzindo o tempo de espera dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Todos os participantes do mutirão seguiram o fluxo de cirurgias eletivas do SUS no estado.

– A ação é mais uma iniciativa para melhorar o atendimento à população, contribuindo para a redução do tempo de espera do paciente. Buscamos, principalmente, melhorar a qualidade de vida destas pessoas – afirmou o secretário de Saúde, Felipe Peixoto.

As especialidades de mão (118 cirurgias), joelho (105) e quadril (99) são as líderes nas estatísticas de procedimentos realizados pelo HTO Dona Lindu em 2015. No ano de 2014, corresponderam a 48% do total de cirurgias realizadas pela unidade, com 1943 no total. Todas as operações do HTODL seguem o Protocolo de Cirurgia Segura, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, além de oferecer estrutura moderna, com aparelhagem avançada e equipe de apoio especializado, o que garante a segurança de todos que operam no hospital.

Morador de Valença, José Roberto da Silva, de 67 anos, tem cirurgia marcada para o segundo fim de semana do mutirão. Há nove anos, ele sente fortes dores no joelho direito devido a uma artrose. Para ele, o chamado para operar no HTODL é a chance de um recomeço.

– Será um alívio. Tenho dificuldades para andar e, em casa, tenho de ficar sentado o tempo todo para não sentir dor. Tenho muita fé que terei vida nova depois dessa cirurgia. Já passei por exames no HTO Dona Lindu e fui muito bem tratado e atendido, graças a Deus. Agora, minha expectativa é que essa dor que tanto me incomoda vá embora – afirmou.

De acordo com dados da direção do HTODL, em 16 edições do mutirão de cirurgias, que acontece desde julho de 2012, 450 pessoas de diversos municípios do estado já foram beneficiados pela iniciativa.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *