Ministério da Saúde investiga denúncias de irregularidade na fila do SUS e aposta na informatização para coibir fraudes

Sobre matéria “Políticos armam esquemas com prefeituras para furar a fila do SUS” veiculada pelo Fantástico neste domingo (9/10), o Ministério da Saúde considera inaceitável qualquer irregularidade no SUS com objetivo de obter vantagens pessoais.

As irregularidades apresentadas reforçam que é acertada a prioridade dada pela atual gestão do Ministério da Saúde à informatização da rede pública para dar transparência ao uso dos recursos públicos.

Está em implantação um sistema de informação nacional para todos os serviços e, em 60 dias, os postos de saúde de todo o país devem adotar prontuário eletrônico e envio 100% digital das informações.

O Ministério da Saúde fiscalizará as irregularidades apontadas pela reportagem por meio do Denasus (Departamento Nacional de Auditoria do SUS). Pela legislação, a organização das filas é responsabilidade dos estados e municípios.

O cidadão é parte fundamental na fiscalização do sistema e pode denunciar irregularidades pelo número 136.

FONTE: Ministério da Saúde
http://www.saude.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *