UPA 24h vai beneficiar 69 mil pessoas em Niterói (RJ)

Unidade, doutor Mário Monteiro, tem capacidade para atender oito mil pessoas por mês, aliviando demanda dos principais prontos-socorros da região

O atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ganha um reforço na cidade de Niterói (RJ). O secretário de Atenção à Saúde, do Ministério da Saúde, Alberto Beltrame, participou nesta quinta-feira, (7), em Niterói (RJ), da inauguração da Unidade Municipal de Urgência Doutor Mário Monteiro, no bairro de Piratininga. A UPA, de porte III, irá beneficiar, diretamente, 69 mil pessoas que vivem na região.

“A unidade vai atender toda a comunidade da região dentro da rede de urgência e emergência. Essa ação faz parte dos esforços do governo federal para reforçar a cobertura e organização da atenção básica, das policlínicas de especialidades e unidades de pronto atendimento com atendimento de qualidade e humanizado”, destacou o secretário.

A unidade tem capacidade para realizar oito mil atendimentos mês, totalizando 96 mil pacientes por ano. A expectativa é aliviar a demanda de atendimento dos hospitais da cidade, funcionando como um serviço pré-hospitalar, referenciando pacientes mais graves para as instituições de média e alta complexidade, quando for o caso.

A nova estrutura física da Unidade Municipal de Urgência Doutor Mário Monteiro tem 2.050 metros quadrados, 365 a mais que antes, um consultório com classificação de risco, sala de medicação com 16 lugares, sala de raio-x, laboratório, 8 consultórios, 21 leitos e sala de emergência pediátrica. A equipe será composta por pediatras, clínicos, ortopedista, enfermeiros e técnicos em enfermagem. O investimento total é de R$ 4,4 milhões, sendo que o Ministério da Saúde enviou R$ 552,2 mil e já autorizou o pagamento de mais R$ 321,7 mil.

Para atender melhor o público infantil do bairro de Piratininga, em Niterói (RJ), a nova unidade vai contar com uma sala de emergência pediátrica. A antiga estrutura tinha apenas uma sala de emergência, para atender o público adulto e infantil. Com a nova sala, os profissionais que trabalham na UPA 24h vão poder separar o atendimento por faixa etária, o que é importante para evitar a transmissão de doenças e agilizar o atendimento emergencial dos dois públicos (adulto e infantil).

URGÊNCIA E EMERGÊNCIA – As UPAs 24h estão reorganizando a atenção às urgências e emergências do SUS. A estratégia de atendimento está diretamente relacionada ao trabalho do Serviço Móvel de Urgência (SAMU 192), que organiza o fluxo de atendimento e encaminha o paciente ao serviço de saúde adequado à situação. As UPAs atendem problemas de saúde como hipertensão arterial, febres, cortes e alguns traumas. Nas unidades, os pacientes são avaliados de acordo com uma classificação de risco, podendo ser liberados, permanecer em observação por até 24 horas ou, se necessário, ser removidos para um hospital de referência.

Nas localidades em que estão em pleno atendimento, as unidades têm capacidade para atender, sem necessidade de encaminhamento ao pronto-socorro hospitalar, mais de 90% dos pacientes. Atualmente, há 448 UPAs em funcionamento no país, sendo 70 no estado do Rio de Janeiro.

FONTE: Ministério da Saúde
http://www.saude.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *