Vigilância Sanitária divulga resultado de ações em pastelarias

Operação especial terminou nesse final de semana

Durante um mês, técnicos da Vigilância Sanitária municipal intensificaram as inspeções em diversas pastelarias da cidade do Rio de Janeiro, após denúncias de uso de produtos impróprios para consumo. Foram vistoriados 63 estabelecimentos e inutilizados 455 quilos de alimentos.

Do total inspecionado, 15 estabelecimentos foram interditados totalmente, 36 receberam termos de intimação para que fizessem obras e melhorias estruturais e 51 receberam multas. As principais infrações foram falta de higiene, presença de animais nos estabelecimentos e alimentos impróprios para o consumo. Os produtos inutilizados foram carne moída, frango, requeijão, linguiça calabresa, presunto, queijos e molhos que seriam utilizados no preparo de recheios de pastel.

A condição imprópria dos alimentos foi confirmada pelo laboratório de Controle de Produtos da Vigilância Sanitária, após análise microbiológica e microscópica de amostras coletadas nas inspeções. Das 106 análises de salgados e recheios, 18,86% foram insatisfatórias e apontaram presença de microorganismos nocivos, como bactérias que podem causar intoxicação alimentar e provocar diarréia, náuseas, vômitos e dores abdominais.

A ação especial em pastelarias começou no dia 16 de abril e terminou neste final de semana. A fiscalização dos estabelecimentos, no entanto, continua em toda a cidade. E, para isso, a Vigilância Sanitária conta com denúncias de consumidores, que podem indicar locais suspeitos de comercializarem alimentos adulterados e que apresentem condições inadequadas de higiene através da Central 1746.

A Vigilância Sanitária informa que a inadequação dos estabelecimentos gera punições previstas em lei, que vão desde a aplicação de multas à interdição total de estabelecimentos.

FONTE: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
http://www.rio.rj.gov.br/web/smsdc

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *