Sistema Monitora Dengue concorre ao Prêmio CONIP de Excelência

Esta é a segunda vez que o projeto é indicado a uma premiação. Em junho, venceu o Prêmio TI & Governo 2014

O projeto Monitora Dengue, lançado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) em janeiro de 2013, acaba de ser indicado para o Prêmio de Excelência do Congresso de Inovação e Informática na Gestão Pública (CONIP), que será entregue durante o evento, realizado nos dias 13 e 14 de agosto em São Paulo. Essa é a segunda premiação a que o projeto concorre. Em junho deste ano, o Monitora Dengue venceu o Prêmio TI & Governo 2014, que escolhe anualmente as 20 melhores iniciativas da área da tecnologia da informação e comunicação criadas por instituições federais, estaduais e municipais.

O projeto, desenvolvido pelo setor de Assessoria de Tecnologia da Informação da SES, vem permitindo que os municípios consigam acompanhar em tempo real o trabalho dos agentes de endemia na busca por focos do mosquito transmissor da doença. Foram distribuídos smartphones aos agentes municipais para que façam o preenchimento de informações sobre os locais visitados e a situação dos domicílios e, assim, georreferenciá-los. O Rio de Janeiro é o primeiro local do país a utilizar em escala estadual um sistema de captação de dados em tempo real no combate à dengue.

– O uso desse sistema permite maior controle da doença. De forma ágil, os gestores municipais conseguem identificar as casas visitadas e quais locais apresentam concentração de focos do mosquito Aedes aegypti. Com essas informações, as intervenções de combate podem ser desencadeadas em tempo hábil – destaca Alexandre Chieppe, superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental.

Até o momento, 185 técnicos de 77 municípios do Rio de Janeiro foram capacitados pela equipe da SES para implantação do sistema.

A premiação – O Prêmio CONIP de Excelência visa destacar as iniciativas que levam às boas práticas na gestão pública, apresentando casos práticos e de resultados comprovados. Nesta 17ª edição, concorrem ao prêmio 17 projetos desenvolvidos por órgãos estatais, ONGs e fundações, selecionados entre mais de 150 inscritos.

Os projetos finalistas serão submetidos a um júri no dia 12 de agosto, véspera do CONIP, e apresentados ao público durante o evento. A entrega do prêmio será no dia 14 de agosto, no encerramento do congresso.

FONTE: Governo do Estado do Rio de Janeiro
http://www.saude.rj.gov.br

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *